Categoria "LISTINHAS"

10 filmes que mostram o quanto as férias de verão podem ser surpreendentes

Em 09.12.2016   Arquivado em CINEMA, LISTINHAS

E o blog, agora, está na vibe “FÉRIAS” ! Eu amo esse período do ano: verão, natal e férias. É o momento perfeito para a gente repensar a vida, fazer aquela viagem inspiradora, colocar a leitura em dia, conhecer gente nova, enfim. É um mundo de possibilidades.

Confesso que eu comecei as minhas férias com muita nostalgia. Quarta – feira, assim que fiz minha última prova da faculdade, sentei no sofá e assisti a um monte de filmes que marcaram minha infância e adolescência. E aí me deu uma vontade imensa de fazer uma listinha cinematográfica super fofa. Sabe aquele filme que lembra, logo de cara, verão e sessão da tarde? Pois é, essa listinha tá recheada de filmes assim!

Por meio dessas histórias, eu aposto que você vai se convencer do quanto as férias de verão podem ser surpreendentes.  Então, vem! ❤️

1) Dirty Dancing

É claro que esse filme não podia ficar de fora. Afinal, é justamente nas maravilhosas férias de verão que Baby conhece os dois amores da sua vida: a dança e Johnny.

Esse filme marcou demais minha adolescência. Não é à toa que, no meu aniversário de 15 anos, eu escolhi a coreografia de (I’ve Had) The Time of My Life para poder dançar. É um filme lindo, lindo e lindo, apenas.

PLUS: Patrick Swayze.

2) Sabrina vai a Roma 

Como não amar Melissa Joan Hart no papel da bruxinha mais atrapalhada do mundo?  Além disso, quem não gostaria de passar umas férias nada humildes em Roma? Todos os caminhos levam a Roma, afinal.

3) Quatro Amigas e Um Jeans Viajante

Esse filme marcou muito minha adolescência. Adorava todas as personagens, embora a que mais tenha ficado no meu coração seja Tibby. Juro que, na época, até fiz umas mechas verdes no cabelo para parecer com ela. Simplesmente, adorava o jeitão rebelde da personagem.

Estou querendo muito ler os livros que inspiraram esse filme, todos escritos pela Ann Brashares. Com certeza, será uma das leituras dessas férias. Alguém aí já leu?

4) Quatro Amigas e um Jeans Viajante 2

Apenas porque não aguentaríamos ficar sem a sequência dessa história, certo? E se prepara: correm sérios boatos – inclusive, já meio confirmados pela Alexis Bledel (intérprete da Lena; minha eterna Rory) de que vem por aí o terceiro filme.

5) Conta comigo

Antes de mais nada, é necessário que se diga: você não pode morrer sem assistir a esse filme. Clássico dos anos 80 e baseado em um conto do grande Stephen King, “The Body” ou, em português,  “O Corpo”  (livro “As quatro estações”), o filme acompanha a trajetória de quatro amigos, de doze anos, em um verão de 1960. Fugindo de famílias disfuncionais e de identidades estigmatizadas socialmente, os quatro partem em uma jornada de autoconhecimento e amadurecimento.

É um clássico, que merece ser lido e visto relido e revisto por todos.

PLUS: terminar o filme cantando ” So, darlin’, darlin’ stand by me … Oh, stand by me

6) Operação Cupido

E já que estamos falando de férias de verão, impossível não pensar em sessão da tarde e, por sua vez, impossível não pensar em um filme chamado “Operação cupido”.  Acho esse filme muito fofo. Para quem não se lembra, as protagonistas se encontram, por um acaso, em um acampamento de verão e descobrem que são gêmeas. Daí fazem de tudo para juntar romanticamente os pais.

PLUS: Lindsey Lohan em dose dupla… Lindsey era a coisa mais fofa quando criança. Hoje, nem tanto.

PLUS 2: se você ama músicas dos anos 90, precisa assistir a esse filme. Ele tem uma trilha sonora incrível. SÉRIO.

7) As namoradas do papai

E já que estamos falando de gêmeas, como  não lembrar das gêmeas mais famosas desse mundo? É claro que tô falando das Olsen.

“It Takes Two” ou, em português , “As namoradas do Papai”, é outro filme que me faz lembrar nostalgicamente das épocas de sessão da tarde. É um filme que amo e que marcou muito minha infância! Aliás, eu amava todos os filmes das Olsen. Mas este e o “Double Double Toil and Trouble” sempre foram os meus favoritos.

A ideia desse filme é muito parecida com a do filme anterior. Exceto que, aqui, as meninas não são gêmeas. Mas sósias perfeitas.  Elas se encontram por acaso. Possuem vidas muito diferentes: enquanto uma, Amanda, é uma órfã pobre, a outra, Alyssa, é filha de um rico empresário. Porém, o plano das duas é praticamente o mesmo: elas decidem trocar de lugar para bancar o cupido, juntando o pai de Alyssa – que está noivo de outra – com a assistente social da órfã Amanda.

O filme extrapola os níveis de fofurice. Amo, amo e amo mais um pouco! haha

8) Férias Frustadas de Verão

Apesar desse filme ter sido lançado em 2009, a história dele se passa no fim dos anos 80. Por isso, tem uma trilha sonora muito boa.

Na história, o protagonista James acabou de se formar na faculdade. Embora tenha planejado passar as férias viajando pela Europa, ele é surpreendido pela notícia de que seus pais estão quebrados. Portanto, nada de viagem. E, para piorar, os pais querem que ele encontre um emprego de verão.

Depois de muitas entrevistas falhas, James consegue, enfim, ser contratado por um parque de diversão,  chamado Adventureland. No início, ele odeia o emprego. Mas, aos poucos, vai se acostumando com o lugar e com os colegas de trabalho. No fim, aquelas férias que tinham tudo para ser a coisa mais chata do mundo, se tornam as melhores de James.

Adventureland mescla drama, romance e comédia. É um filme que, com certeza, demonstra o quanto as férias podem ser surpreendentes e muito melhores do que imaginamos. Afinal, tudo na vida é uma questão de companhia. Se estamos com as pessoas certas, somos felizes.

9) Monte Carlo

Monte Carlo é um filme leve e divertido. Tem paisagens incríveis e fala, acima de tudo, sobre amizade.

No filme, as protagonistas – Grace, Emma e Meg –  vão passar suas férias em Paris. Porém, Grace é confundida com uma espécie de “Socialite” e elas acabam sendo levadas para Monte Carlo. E lá é só glamour. Porém, as coisas complicam quando um colar milionário desaparece e as três precisam recuperá-lo.

Faz muito tempo que vi esse filme. Mas, na época, o achei muito divertido. Adoraria ter as férias divas que essas três garotas tiveram. Paris, Monte Carlo, vestidos lindos e hotéis cinco estrelas… quem nunca quis isso?

PLUS: o filme conta com nomes como Selena Gomez, Leighton Meester (a eterna Blair de Gossip Girl) e Katie Cassidy (atua como Laurel em Arrow).

10) Pequena Miss Sunshine

Adorado por muitos, o filme “Pequena Miss Sunshine” marcou os anos 2000.

Na história, uma família peculiar e bastante problemática recebe a notícia de que a garotinha Olive, a caçula, foi classificada em um concurso chamado “Little Miss Sunshine”. Diante disso, todos viajam, em uma velha kombi amarela (o único automóvel grande o suficiente para levar toda a família), com o intuito de acompanhar a menina na competição.

Nos três dias de viagem, muitas coisas acontecem e os membros família, em meio a dores e descobertas, se veem obrigados a uma reaproximação.

Pequena Miss Sunshine é um filme nada clichê. Tem momentos engraçados, tristes e, também, de reflexão. Em suma, é uma filme icônico que merece ser visto por todas as gerações. Ele nos ensina que as diferenças não são um obstáculo para o amor e a comunhão familiar. Aprendemos que preconceitos devem ser deixados de lado e as divergências devem ceder lugar ao diálogo franco. Ás vezes, na vida, tudo o que precisamos é de uma boa sacudida. E esse filme é perfeito para dar uma.

E, aí … o que acharam da listinha? Conta tudo  ❤ 

Eu estou aproveitando essa primeira semana de férias para rever todos esses filmes. Tô adorando. Espero que vocês tenham gostado também! 💋

 

 

21 momentos lindos, hilários e inesquecíveis de Gilmore Girls

Em 24.11.2016   Arquivado em CINEMA, LISTINHAS

Gente,  o revival de Gilmore Girls já é amanhã!!! 

Eu preciso dizer o quanto eu estou animada?!!! Acho que não né !!!

Tá bom, eu vou parar com esses pontos de exclamação, haha.  É que estou muito feliz e ansiosa para esse revival. Como vocês se sentiriam se uma das suas séries preferidas retornasse  depois de 9 anos? Pois é. É assim mesmo que eu estou me sentindo.

Pensando no revival que chega amanhã na Netflix, eu, muito nostálgica, fiz uma listinha com os melhores e mais inesquecíveis momentos  das nossas garotas Gilmore. Então, vem cá curtir essa nostalgia comigo 

1. O primeiro beijo da Rory. Gente, como não lembrar da Rory e do Dean na Doose’s Market?

2. Amor e neve. É nesse episódio que aprendemos o quanto tudo fica mágico quando neva <3

3.  “I love you, you idiot!“.  Quando o Dean e a Rory se reconciliam no final da primeira temporada. Essa cena é icônica, apenas. haha

4. A viagem da Lorelai e Rory para Harvard.  Como não rir e se emocionar nesse episódio da segunda temporada?

5.  “Like Mother, Like Daughter”. Amo essa cena entre a Emily e  a Lorelai.  É um dos poucos momentos em que as duas, por alguns bons minutos, deixam as diferenças de lado e vivem a típica frase “tal mãe, tal filha”.

6. A formatura de Lorelai. É um momento de realização para a nossa mãe favorita. E é incrível ver Emily e Richard se emocionando junto com a gente.

7. O beijo de Rory e Jess.  Apesar de não ser o meu casal preferido, até eu admito que esse beijo foi lindo.

8. O cabelo roxo da Lane.  Adorava as não muito drásticas atitudes da Lane quando ela queria se rebelar contra a Mrs. Kim

9. Quando Paris perde o controle, em um discurso da escola, por não ter entrado em Harvard. E o total apoio que Rory dá a ela. É o momento que faz a gente perceber o quanto a relação das duas evoluiu para uma amizade quase que incondicional.

10. A formatura de Rory na Chilton. Gente, esse episódio foi incrível. Impossível não se emocionar com mais essa conquista da Rory, da Paris e, até mesmo, da Lorelai. Afinal de contas, ela deu duro para criar a Rory e ver a filha se formando em uma das melhores escolas é motivo de orgulho para uma mãe, sem dúvida.

11. O primeiro dia em Yale. Uma nova era para mãe e filha.

12. O beijo de Luke e Lorelai. Depois de quase quatro temporadas de espera, ele aconteceu!

13. Aquela cena hilária  entre Lane e Rory que acontece na biblioteca.

14. Se você pular, eu pulo. Quem não amou esse episódio em que ficamos a par do clube secreto de Yale, chamado de “A Brigada de vida e morte”?

15. Quando Dean e Rory terminam o relacionamento na quinta temporada. Achei aquela cena triste, apenas.

16. Luke descobre que é pai.  Quem aí também adora a April?

17. The Prodigal Daughter Returns.  Quando Rory desiste de Yale, nós temos a primeira briga realmente feia entre mãe e filha.  As duas ficam sem se falar durante meses.  Por isso, a reconciliação não podia ter sido mais bonita, certo?

18. A icônica frase de Lorelai quando Luke diz que não gosta de ultimatos.

19. You’re the Man I want to Want. O término do relacionamento entre Lorelai e Christopher na sétima temporada.

20. I will always love you. A serenata que a Lorelai, inicialmente, faz para Rory quando, de repente, Luke aparece.

21. Bon Voyage. A festa surpresa que todo o pessoal de Stars Hollow preparou para Rory e Lorelai no último episódio da série.

Ficaram ainda mais ansiosos para o revival amanhã? Conta tudo 💋

5 filmes sobre o professor e a educação

Em 18.10.2016   Arquivado em CINEMA, LISTINHAS

O sábado passado, dia 15 de outubro, foi o dia do professor.  E, embora esteja um pouco atrasada, eu gostaria de prestar uma homenagem à essa figura tão importante.

Por vezes, não damos valor, mas a verdade é que alguns dos professores que passaram pelas nossas vidas foram, provavelmente, nossos melhores amigos.

Já tive o prazer de conhecer diversos professores exemplares – no ensino fundamental, ginásio e, também, na faculdade- que, a seu próprio modo, deram o melhor de si para que eu seguisse realizando os meus sonhos.

Professores: o meu muito obrigadaComo homenagem, elenco aqui cinco filmes que retratam a jornada de um educador.

Então, vamos lá  

 

1) “Carpe Diem. Aproveitem o dia, meninos. Façam de suas vidas uma coisa extraordinária.” 

Frase do filme “Sociedade dos Poetas Mortos”

Conheci  esse filme  por meio da minha professora de filosofia, quando eu estava no primeiro colegial. E ele marcou muito a minha vida. Foi com Oh! Captain, My captain (poema que os alunos declamam para o mestre Keating, personagem do maravilhoso Robin Williams, ao fim do filme) que descobri a paixão pela docência em literatura.  Ser professora e poder ensinar sobre livros e histórias é um sonho que eu ainda pretendo realizar.

2) “O que é arte? Quando uma obra é boa ou ruim? E quem decide?”

Frase do filme “O sorriso da mona lisa”

Eu adorei esse filme quando o vi! Além de apresentar a Júlia Roberts como uma independente e pouco conservadora professora de arte, o filme retrata bastante a arte “subversiva” e o feminismo da década de 50. Por isso é um filme bastante questionador e reflexivo. Vale a pena vê-lo, sem pensar duas vezes!

3) “Se vocês quiserem ser alguém e quiserem chegar a algum lugar, então é melhor acordar e prestar atenção” 

Frase do filme “Mudança de Hábito 2”

Neste segundo filme, a cantora Doloris volta a assumir a identidade da irmã Mary Clarence para poder, a pedido da Madre Superiora, dar aulas de canto em uma escola pública católica que está prestes a fechar, em razão do péssimo comportamento dos alunos.

Por meio da música e do seu comportamento nada convencional, Doloris – que é interpretada pela incrível Whoopi Goldberg – muda e inspira a vida dos seus alunos.

Mudança de Hábito 2 é um filme divertido que, sem dúvida, celebra a importância do professor em nossas vidas.

 

4) “Se você quer o rock, você tem que quebrar as regras.”

Frase do filme “Escola de Rock”

Escola de Rock é um filme espirituoso e engraçado que demonstra, com muito rock n’ roll, o quanto métodos não tradicionais de ensino podem ser eficazes.

 

5) “Você, uma vez, me perguntou como eu iria salvar sua vida. É isso. Este é o momento”

Frase do filme “Mentes Perigosas”

 

Resgatando a linha dos filmes anteriores, Mentes perigosas trabalha com a ideia de “Reforma de Ensino”. Como fazer com que alunos rebeldes, desinteressados – e de uma realidade completamente diferente da sua- se sintam motivados à aprender? Como demonstrar que uma pessoa pode ser quem ela quiser na vida? Como demonstrar e permitir que cada um tenha a opção de escolha? Mentes perigosas é um filme que, no íntimo, trata justamente disso: da escolha.

Rejeitando o princípio determinista, traduzido na expressão “você é aquilo que o meio social determina”,  a professora Louanne – interpretada pela talentosa Michelle Pfeiffer- busca conhecer mais da realidade dos seus estudantes. Deixando de lado os rótulos sociais, ela se utiliza de músicas e poemas que façam eco à vida deles. Propõe prêmios, concursos e, também, diálogos sobre escolhas e expectativas e, assim, transforma a  todos.

É claro que neste percurso nem tudo são flores. Louanne têm de enfrentar a direção da escola que discorda dos seus métodos de ensino, muito embora eles tenham sido os únicos a ter efeito nos estudantes. Ela se depara, também, com muitas tristezas e choques de realidade, porém,  junto de seus alunos, ela persevera, ensina e aprende.

Em suma, Mentes perigosas é um filmes inspirador. Retrata as dificuldades com as quais a maioria dos educadores, senão todos, se depara em algum momento da jornada. E demonstra, também, que o autoritarismo nem sempre é eficaz. Ás vezes, o melhor é se aproximar dos alunos, conhecê-los e aprender junto com eles. Com amor e  e dedicação, a maioria das coisas – nem todas, verdade seja dita, mas a maioria – funciona.

E, aí vocês gostaram da listinha de filmes? 😍

Conta tudo  💋

 

 

 

Página 3 de 512345