Categoria "MODA"

4 filmes com referências da moda 90s

Em 22.08.2016   Arquivado em LISTINHAS, MODA

É claro que a minha década preferida é os anos 90! Amo tudo nela: os filmes, as músicas, os seriados e, principalmente, a moda.

Eu sempre tento colocar alguma referência noventinha nas roupas e acessórios que uso e, por isso, eu assisto a muitos filmes  e seriados que estrearam nessa época.

Com o intuito de compartilhar com vocês um pouquinho sobre a moda e o comportamento  noventa, eu trouxe quatro filmes cheios de referências! Então, vem 

   

Não tem como pensar em moda dos anos 90 e não lembrar de “Patricinhas de Beverly Hills” (Clueless). Esse filme está, com certeza, na minha listinha sobre o melhor do cinema noventa. Ele traz muita informação sobre os estilos College, Preppy, Girlie e Grunge.

É muito xadrez, muita saia (evasê ou rodada) e muita meia 7/8. Cher (a protagonista) é, sem dúvida,  um dos ícones fashion mais amados por mim 

O filme virou referência de moda noventa. É muito comum você encontrar na internet fotos de meninas usando releituras dos looks que aparecem em “Patricinhas de BH”.

(Se liga nos sapatos boneca de salto grosso )

 

 

O filme “Jovens Bruxas” (The Craft) é outro filme amado por muita gente até hoje.  O senso de estilo de cada personagem ainda é assunto entre as fashionistas e blogueiras de plantão.

“Jovens Bruxas” traz referências de cinco estilos que apareceram bastante na moda noventa: o gótico, o punk, o grunge, o college e o hippie.

As cinco personagens possuem personalidades muito distintas e isso reflete na forma como cada uma se veste.

Nancy é a mais sombria, rebelde e psicótica do grupo. Ela tem sede de poder e não se importa de mostrar essa sua faceta para o mundo. Por isso, as suas roupas são de um gótico e punk extremos. Ela não abre mão, em nenhuma cena do filme, do preto e dos acessórios em forma de Cruz. Acho que a única blusa branca que ela tem é a do uniforme, rs. O batom preto ou vermelho contornado com lápis preto estão sempre presentes, também.

Bonnie, apesar de ser uma entusiasta em bruxaria, não tem a mesma sede de poder que Nancy. Aliás, ela e Rochelle são paus mandados. Desde que consigam aquilo que querem,  são fiéis à líder do grupo (ora, Nancy, ora Sarah). No início, Bonnie tem vergonha do seu corpo marcado por cicatrizes e, por isso, as suas roupas são meio esquisitas e largas. Assim que ela consegue se livrar das cicatrizes, aquele desejo de se provar  vem à tona. Por isso, suas roupas começam a ser mais justas e sexys, com direito à camisas coladas, saias curtas e jaquetas de couro.

Rochelle é, na minha opinião, a mais conectada à natureza. Acho que ela tinha tudo para ser uma pessoa boa- muito mais do que Nancy e Bonnie, aliás.

Ela sofre preconceito por ser negra e é  intimidada, o tempo todo, pela queen B do colégio. No desejo de vingança, ela mete os pés pelas mãos. Mas sofre com isso, sente remorso. Acho que ela poderia ser salva, no final. E as suas roupas refletem exatamente isso: possuem uma pegada mais hippie. Ela mistura acessórios góticos e  punks com roupas hippie. O estilo de uma verdadeira Wicca.

Sarah, no início do filme, aparece em cores super neutras (o vestido claro e listrado). Mas, no meio do filme, ela já está com um cabelo mais rebelde e estiloso. Começa a usar delineador e roupas mais marcantes, mas sem deixar de lado as cores claras. Ela está sempre com um visual iluminado, o que faz muito sentido porque ela permanece bondosa e autêntica.

Da esquerda para a direita: Nancy, Rochelle, Sarah e Bonnie

 O filme “Viva! A babá morreu” (Don’t Tell Mom the Babysitter’s Dead) é um filme pouco conhecido. Uma pena! Porque, apesar do nome tosco, ele é super divertido de assistir e traz muita informação de moda, mas muita mesmo.

Sue Crandell, a protagonista a quem Christina Applegate dá a vida, é apaixonada por moda. Por isso, quando ela precisa desesperadamente de dinheiro, ela falsifica um currículo e se passa por uma mulher de 28 anos (embora seja apenas uma adolescente!) para conseguir um emprego em uma fábrica de roupas.

Os looks que Sue usa são incríveis! Como  filme é de 1991, início da década de 90, você vai encontrar, além da moda noventa, um resquício de moda dos anos 80.

A Christina Applegate é linda demais! E, sério, eu me apaixonei por todas as roupas e acessórios que ela usa. Aposto que você vai amar também! Vale muito a pena ver esse filme se você é apaixonada, como eu, pelos anos 90 (e 80 também).

Ai, ai, comentar sobre esse filme deu até aquela nostalgia… preciso revê-lo logo.

Quem mais se apaixonou por esse colar com pingente em formato de chave?! E esse óculos super retrô?!

E essa blusa amarela com ombreiras?!  E esses broxes de lagartixa (ECA!) ?  Super 80s

Os anos 90, o jeans e as estampas …

Siga o exemplo da Sue! Para um primeiro encontro lacrador: aposte em uma roupa que deixe seus ombros à mostra!

 

E, por fim, chegamos a um dos meus filmes preferidos: “Uma linda Mulher” (Pretty Woman). Já perdi a conta das vezes que o vi.O filme é lindo, tem uma história encantadora e um romance que chega a dar frio na barriga. A química entre Richard Gere e Julia Roberts é única. E, é claro, é um filme que tem muita moda noventa.  Quem não ama aquela cena em que Vivian passeia na Rodeo Drive, a rua com as lojas de roupa mais chiques de Los Angeles, ao som da música “Pretty Woman” ?!

Igual ao filme anterior, este é do início dos anos 90. Por isso, é normal você encontrar resquício de moda oitenta também.

Tendência – Outono/Inverno 2016: tons terrosos

Em 11.05.2016   Arquivado em MODA

Se você parou para olhar algumas vitrines no mês passado e neste mês,  deve ter se surpreendido com a quantidade de roupas e acessórios nas cores marrom, bege e vinho.  E isto tem uma razão: uma das maiores apostas desse Outono/Inverno são os tons terrosos.

Os tons terrosos são aqueles tons que remetem às cores da terra. São eles: marrom,  tabaco, caramelo, bordô, mostarda,  ferrugem e o alaranjado.

Os tons terrosos, sem dúvida, lembram o outono, estação na qual as folhas secas, já meio marrons, caem das árvores.  Mas quem pensa que só é possível usa-los no outono ou inverno, se engana: são tons que também se adequam muito bem ao verão, justamente por causa do sol e de suas cores, que também  remetem à terra.

Por isso, você pode comprar roupas nesses tons sem medo: além de serem cores fáceis de combinar, você poderá usar as roupas e acessórios tanto no inverno, como no verão.

Não é raro você encontrar esses tons terrosos em um FAMOSO TECIDO– que tem feito a cabeça de muita gente por aí- o SUEDE.  O tecido Suede é, juntamente com os tons terrosos,  tendência para esse inverno. O Suede consiste em um tecido que imita o camurça – é aveludado e fosco – mas, diferentemente da camurça, é MUITO MAIS leve e fresco, o que o torna próprio para o  ameno inverno brasileiro (vamos combinar, quase nem faz frio).

E mais: frequentemente, os tons terrosos e o Suede vêm acompanhados de franjas! Temos coletes, saias, vestidos, jaquetas e shorts…. tudo em Suede, em tons terrosos e com franjas! É tendência para amar, fala sério! Porém, se não curte as franjas, não esquenta: tem tudo isso sem franjas também.

Veja alguns looks para se inspirar:

  1. Tons terrosos em Suede:

Silver G.

Amy A.

 

Margarita M.

Tessa D.

Bryn N.

Flávia

Yan Yan

Megan B.

Elle May

Jocelyn

Emma

 2.  Tons terrosos em outros tecidos

Flávia

Chelsea J.

Natalie

Lisa P.

Ieva U.

Chloe

Cecilia

Flávia

Como vocês viram, dá para compor muitos looks diferentes com tons terrosos e Suede, em diversos estilos – embora o Boho seja o estilo mais visado para essas cores.

Se você gostou dessa tendência e quer – com certeza- uma peça ou acessório no seu guarda-roupa, fica tranquila: o suede e os tons terrosos estão “bombando” tanto que você, provavelmente, encontra em qualquer loja próxima.  Caso (pasmem!) você não encontre em nenhuma loja próxima a você, pode procurar na internet, que tem muito site vendendo!

Descubra seu estilo

Em 27.04.2016   Arquivado em MODA

O estilo tem a ver com personalidade e identidade.

É legal quando a nossa aparência e as nossas roupas remetem ao estilo com o qual nos identificamos, pois, assim, estamos mostrando de forma bastante explícita quem somos e do que gostamos. Ter estilo é dizer, logo de cara, algumas características da nossa personalidade.

Quando descobrimos com qual estilo nos identificamos, passamos a nos vestir melhor (porque já temos uma noção do que gostamos de vestir) e compramos roupas e acessórios com maior cautela… ora, se você já sabe com o que se identifica, de que gosta, dificilmente você vai comprar uma roupa que vai ficar jogada no seu guarda roupa sem que você olhe para ela uma única vez durante meses…

Estilo é diferente de moda. O estilo é único, próprio da sua personalidade. A moda é referente às tendências ditadas pelas passarelas e estilistas internacionais.

O ideal é que adaptemos as tendências da moda ao nosso estilo pessoal: se gostamos de tal tendência, nos identificamos com ela, pronto! Você pode comprar a roupa ou acessório trend, pois com certeza o usará muito, mesmo quando sair de moda.

Conheça alguns estilos:

a) BOHO: É um estilo que surgiu em 1920, na França. Ele decorre de um movimento que queria fazer a simbiose da arte, moda e cultura. Em 1970, o movimento Boho ganha força. Tem como maior marco os festivais de Glastonbury. É um estilo que mistura diversos elementos, como:

  1. O étnico e Folk: elementos que dizem respeito à culturas, povos e tribos. No Folk, predomina o folclórico e o rural: tons terrosos, tecidos mais rústicos, artesanais e muitas franjas.
  2. Gipsy: são os elementos que dizem respeito à cultura do povo cigano. Traz itens como lenços e tecidos coloridos.
  3. Punk: a influência do Punk no Boho é pequena, mas não deixa de existir. Os coturnos e coletes, originados do Punk, são bastante utilizados por aqueles que possuem um estilo Boho.
  4. Hippie e boêmio: o Hippie foi um movimento de contracultura, logo, as suas peças remetiam a uma postura desafiadora. Originam-se do Hippie o jeans, as calças flare, óculos redondos, os tecidos muito estampados, as blusas com mangas “boca de sino”, etc.
  5. Romântico e o vintage: Em looks Boho, é muito comum encontrar elementos românticos, como vestidos soltos, rodados, de renda, etc. O vintage também dá as caras nas produções Boho, dando às peças um toque retrô, anos 70.

Enfim, o estilo Boho faz uma junção de todos esses elementos ou estilos (étnico, folk, punk, hippie, boêmio, romântico e vintage). É um estilo descontraído e despojado que prima por peças confortáveis, que tragam em si a ideia da arte e da cultura. Quem é adepta do estilo, gosta de usar saias longas, blusas soltas, muita franja, tecidos coloridos, colares e brincos grandes, jeans, tons terrosos, etc.

Algumas famosas se inspiram nesse estilo: Vanessa Hudgens, Nina Dobrev, Alessandra Ambrósio, etc.

                                                                                                      Anna

                                                                                               Jessica B.

                                                                                                  Heather B.

                                                                                                    Heather B.

                                                                                             Dayeanne H.

 

                                                                                           Meira F.

                                                                                             Coconut

                                                                                              Valentine S.

  • LADYLIKE: É um estilo tipicamente romântico, em que se aposta em saias e vestidos. Traz peças e acessórios como laços, babados, saias rodadas, vestidos marcados na cintura, cintos finos, bolsas pequenas, estampas delicadas, candy colors (cores em tons pastéis).

O estilo Ladylike pode aparecer em uma roupagem mais elegante e madura, mas também pode aparecer em uma roupagem mais girlie, isto é, “menininha”. Os looks, em que esse estilo predomina, possuem graça e feminilidade.

Blair Waldorf, personagem da série “Gossip Girl”, tem um estilo, majoritariamente, romântico e feminino, como dita o LadyLike. Taylor Swift, no início da sua carreira, também se identificava muito com esse estilo.

                                                                                                  Dasha G.

                                                                                            Laura Y.

 

                                                                                            Daniela R.

                                                                                       Blair Waldorf

                                                                                             Taylor Swift

                                                                               Camila Coelho

                                                                                       Camila Coelho

  • CLÁSSICO: É um estilo atemporal e formal, que prima pela elegância. Quem é adepta desse estilo utiliza peças estruturadas, com bom caimento, neutras, pouco românticas e sem muitos decotes.

O estilo é bastante minimalista, em que menos é mais. As cores, por isso mesmo, são sólidas e discretas, como o preto, bege, cinza e azul marinho.

Nesse estilo, é muito comum compor looks com alfaiataria, blazer, saias lápis, saltos, etc.

                                                                                Panda M.

                                                                                           Otto L.

                                                                          Isabella Fiorentino

                                                                                 Isabella Fiorentino

                                                                                               Andrea P.

                                                                                                  Silvia P.

 

  • VINTAGE OU RETRÔ: Vintage deriva do inglês e quer dizer “safra de vinho”. O vinho, quanto mais velho, melhor. Da mesma forma ocorre com as peças estilo Vintage: quanto mais velha a peça ou acessório, melhor. Roupas e acessórios só são considerados “Vintage” se já possuem pelo menos uns 20 de idade. São as peças originais de determinada época.

O retrô diferencia-se do vintage na medida em que, no retrô, as roupas ou acessórios são novos em folha, feitos em nossa própria época, mas seguem uma estrutura mais antiga. Portanto, peças retrô imitam as vestimentas vintage, originais de certa época.

No geral, porém, ambos primam por um visual mais antigo. Daí podemos falar em estilo retrô ou vintage de forma genérica.

O estilo vintage ou retrô, em suma, recorre ao passado para buscar sua inspiração. Adeptas desse estilo gostam das peças usadas nas décadas anteriores (anos 40, 50, 60, 70, 80 e 90). O visual Pin-Up faz parte do estilo retrô ou vintage.

Além de ser um estilo de decoração e de vestimenta, é um estilo de vida também. Existem pessoas que até hoje se pautam pelos princípios das décadas anteriores, pois não se sentem confortáveis com o estilo de vida volúvel da época moderna.

Taylor Swift, na fase atual de sua carreira, possui um visual bastante retrô.

                                                                                                              Shaira Luna

 

                                                                     Amy R.

                                                                                 Ana

                                                                                               Ana

                                                                                Ana

 

                                                                                                   Ana

                                                                                   Ana

 

 

 

 

                                                                                        Todas as três: Taylor Swift

  • ESTILO ROCKER: É um estilo de bastante atitude. Nele, há referências ao Punk e ao Grunge. As cores escuras – como preto, cinza e verde escuro- são as mais usadas e os acessórios e roupas com tachas e couro marcam presença. Da mesma forma, usa-se muito coturnos, botas, jeans, xadrez e as camisetas de banda.

O estilo Rocker tem uma história muito legal…. demonstra atitude, ousadia e ideais de contracultura.

Há um tempinho atrás estava na moda o visual rocker e muitas pessoas, até mesmo aquelas que não gostavam de rock, usaram o estilo. Eu, particularmente, não acho isso muito legal. Como já falamos ali em cima, estilo tem a ver com personalidade e identidade. Portanto, o interessante é cada um usar aquilo com que se sente bem e se identifica. Se você não se identifica, não precisa usar só porque está na moda.

Ashley Benson, Taylor Monsen (óbvio!) e Kristen Stewart são adeptas.

                                                                         Coconut

                                                                  Coconut

                                                                         Sofhia H.

                                                                        Irene A.

                                                          Irene A.

                                                                                                              Irene A.

 

  • ESTILO GEEK COOL: é o estilo nerd. Entretanto, as peças aqui não são do tipo “over”, mas, ao contrário, são peças criativas e estilosas, ou seja, “cool”.

No estilo Geek, você pode apostar em peças mais elegantes, para ocasiões mais formais e em peças “street”, para ocasiões informais.

O preppy (estilo “arrumadinho”) e o colegial (roupas de colégio, que imitam uniformes) estão inclusos no estilo Geek.

Fazem parte do estilo geek as saias de pregas, vestidos românticos e rodados, suéter, cardigã, blazer, xadrez, oxford, sapatos boneca (bico redondo e salto quadrado, no geral), t-shirt divertidas (com referências a filmes, bandas, livros e séries de TV), tênis e moletom. Os óculos costumam se fazer bastante presentes também, mas só o use se você realmente precisar para enxergar corretamente.

                                                                                                          Ruxandra I.

                                                                                                 Anna P.

                                                                                         Slumberdoll

 

                                                                                                   Ruxandra I.

                                                                                                           Oz

Ebba Z.

                                                                                                           Lilly

 

 

  • INDIE: a palavra Indie é uma abreviatura que vem do inglês e significa “independente”.

Não é apenas uma forma de se vestir, mas é também uma forma de ver o mundo e as coisas. É um estilo de vida.

As pessoas adeptas costumam ser fiéis aos seus ideais e valores. São bastante criativas e originais e, geralmente, não seguem as grandes massas. Elas prezam pela liberdade e usam o que gostam, sem importar-se com o que os outros acham. Por isso mesmo, os looks costumam ser muito confortáveis e autênticos, com referências à diversos elementos de mundo pop. O estilo Indie é uma mistura de diversos estilos. Nas suas produções, é muito comum você encontrar elementos do boho, vintage, geek e rocker.

Como é um estilo alternativo, que preza pela liberdade, não existe padrão, porém os looks costumam ser confortáveis. Logo, será difícil você ver um adepto do estilo Indie usar roupas muito justas ou saltos muito altos. As peças serão leves, autênticas e cheias de atitude.

Costumam usar óculos redondos, estampas florais, tênis coloridos e estampados, oxford, mocassim, estampas divertidas, jeans, vestidos soltos, saias rodadas, etc.

Eu gosto muito do estilo Indie, porque admiro a autenticidade e a liberdade de vestir de forma confortável e criativa, ainda que muitas vezes isso desagrade algumas pessoas ou não seja considerado sexy pela maioria. O que importa para mim é estar feliz e confortável comigo mesma! Por isso mesmo, escolhi a palavra “Indie” para dar nome ao blog.

Uma atriz e cantora (que eu amo) adepta ao estilo Indie é a Zooey Deschanel. A banda dela, She & Him, é uma banda Indie.

 

 

                                                                          Dayeanne H. 

                                                                                                  Kimberley

 

 

 

                                                                               Shelly 

 

 

 

                                                                                   Michelle M.

 

 

 

                                                                                                   Coconut

 

                                                                              Coconut

                                                                                                          Ana

 

 

 

                                                           Todas as três: Zooey Deschanel

 

 

 

Página 3 de 3123