21 momentos lindos, hilários e inesquecíveis de Gilmore Girls

Em 24.11.2016   Arquivado em CINEMA, LISTINHAS

Gente,  o revival de Gilmore Girls já é amanhã!!! 

Eu preciso dizer o quanto eu estou animada?!!! Acho que não né !!!

Tá bom, eu vou parar com esses pontos de exclamação, haha.  É que estou muito feliz e ansiosa para esse revival. Como vocês se sentiriam se uma das suas séries preferidas retornasse  depois de 9 anos? Pois é. É assim mesmo que eu estou me sentindo.

Pensando no revival que chega amanhã na Netflix, eu, muito nostálgica, fiz uma listinha com os melhores e mais inesquecíveis momentos  das nossas garotas Gilmore. Então, vem cá curtir essa nostalgia comigo 

1. O primeiro beijo da Rory. Gente, como não lembrar da Rory e do Dean na Doose’s Market?

2. Amor e neve. É nesse episódio que aprendemos o quanto tudo fica mágico quando neva <3

3.  “I love you, you idiot!“.  Quando o Dean e a Rory se reconciliam no final da primeira temporada. Essa cena é icônica, apenas. haha

4. A viagem da Lorelai e Rory para Harvard.  Como não rir e se emocionar nesse episódio da segunda temporada?

5.  “Like Mother, Like Daughter”. Amo essa cena entre a Emily e  a Lorelai.  É um dos poucos momentos em que as duas, por alguns bons minutos, deixam as diferenças de lado e vivem a típica frase “tal mãe, tal filha”.

6. A formatura de Lorelai. É um momento de realização para a nossa mãe favorita. E é incrível ver Emily e Richard se emocionando junto com a gente.

7. O beijo de Rory e Jess.  Apesar de não ser o meu casal preferido, até eu admito que esse beijo foi lindo.

8. O cabelo roxo da Lane.  Adorava as não muito drásticas atitudes da Lane quando ela queria se rebelar contra a Mrs. Kim

9. Quando Paris perde o controle, em um discurso da escola, por não ter entrado em Harvard. E o total apoio que Rory dá a ela. É o momento que faz a gente perceber o quanto a relação das duas evoluiu para uma amizade quase que incondicional.

10. A formatura de Rory na Chilton. Gente, esse episódio foi incrível. Impossível não se emocionar com mais essa conquista da Rory, da Paris e, até mesmo, da Lorelai. Afinal de contas, ela deu duro para criar a Rory e ver a filha se formando em uma das melhores escolas é motivo de orgulho para uma mãe, sem dúvida.

11. O primeiro dia em Yale. Uma nova era para mãe e filha.

12. O beijo de Luke e Lorelai. Depois de quase quatro temporadas de espera, ele aconteceu!

13. Aquela cena hilária  entre Lane e Rory que acontece na biblioteca.

14. Se você pular, eu pulo. Quem não amou esse episódio em que ficamos a par do clube secreto de Yale, chamado de “A Brigada de vida e morte”?

15. Quando Dean e Rory terminam o relacionamento na quinta temporada. Achei aquela cena triste, apenas.

16. Luke descobre que é pai.  Quem aí também adora a April?

17. The Prodigal Daughter Returns.  Quando Rory desiste de Yale, nós temos a primeira briga realmente feia entre mãe e filha.  As duas ficam sem se falar durante meses.  Por isso, a reconciliação não podia ter sido mais bonita, certo?

18. A icônica frase de Lorelai quando Luke diz que não gosta de ultimatos.

19. You’re the Man I want to Want. O término do relacionamento entre Lorelai e Christopher na sétima temporada.

20. I will always love you. A serenata que a Lorelai, inicialmente, faz para Rory quando, de repente, Luke aparece.

21. Bon Voyage. A festa surpresa que todo o pessoal de Stars Hollow preparou para Rory e Lorelai no último episódio da série.

Ficaram ainda mais ansiosos para o revival amanhã? Conta tudo 💋

Playlist: as 20 melhores músicas de The O.C

Em 16.11.2016   Arquivado em MÚSICA

Infelizmente, faltam poucos episódios para eu terminar a série The O.C.  Já estou meio tristinha, porque sei que a sensação vai ser de ter perdido amigos muito queridos. Impossível não sentir falta das trapalhadas do Seth,  do jeitinho esquentado do Ryan,  da determinação e do carisma da Summer, do otimismo da Taylor e, até mesmo, das chatisses da Marissa (não suportava os momentos de “garota problema” da personagem) 

Comecei a assistir The O.C no mês passado, no mesmo dia em que ela foi adicionada ao catálogo da Netflix. E depois do primeiro episódio, não consegui parar mais! Eu super indico a série se você curte programas de TV dos anos 2000.  The O.C fala sobre como passar pelas fases da vida.  E o faz com bastante humor, romance e, é claro, um pouquinho de drama.

Uma das coisas que mais me chamou a atenção na série foi a trilha sonora. Não sei  quanto a vocês, mas eu adoro pesquisar as músicas que tocam nos seriados e filmes a que assisto. E The O.C se superou nesse sentido. Não me lembro de ter ouvido alguma música de que não gostei! Daí, como estou terminando a série, quis fazer uma playlist com as minhas 20 faixas preferidas.

Juro que tô ouvindo essa playlist no repeat. Então, vem curtir comigo!  💘

Gostaram da Playlist? Conta tudo 

E se você ainda não começou a acompanhar  The O.C na Netflix, peço que comece agora! Aposto que você não vai se arrepender. 💋

5 filmes sobre o professor e a educação

Em 18.10.2016   Arquivado em CINEMA, LISTINHAS

O sábado passado, dia 15 de outubro, foi o dia do professor.  E, embora esteja um pouco atrasada, eu gostaria de prestar uma homenagem à essa figura tão importante.

Por vezes, não damos valor, mas a verdade é que alguns dos professores que passaram pelas nossas vidas foram, provavelmente, nossos melhores amigos.

Já tive o prazer de conhecer diversos professores exemplares – no ensino fundamental, ginásio e, também, na faculdade- que, a seu próprio modo, deram o melhor de si para que eu seguisse realizando os meus sonhos.

Professores: o meu muito obrigadaComo homenagem, elenco aqui cinco filmes que retratam a jornada de um educador.

Então, vamos lá  

 

1) “Carpe Diem. Aproveitem o dia, meninos. Façam de suas vidas uma coisa extraordinária.” 

Frase do filme “Sociedade dos Poetas Mortos”

Conheci  esse filme  por meio da minha professora de filosofia, quando eu estava no primeiro colegial. E ele marcou muito a minha vida. Foi com Oh! Captain, My captain (poema que os alunos declamam para o mestre Keating, personagem do maravilhoso Robin Williams, ao fim do filme) que descobri a paixão pela docência em literatura.  Ser professora e poder ensinar sobre livros e histórias é um sonho que eu ainda pretendo realizar.

2) “O que é arte? Quando uma obra é boa ou ruim? E quem decide?”

Frase do filme “O sorriso da mona lisa”

Eu adorei esse filme quando o vi! Além de apresentar a Júlia Roberts como uma independente e pouco conservadora professora de arte, o filme retrata bastante a arte “subversiva” e o feminismo da década de 50. Por isso é um filme bastante questionador e reflexivo. Vale a pena vê-lo, sem pensar duas vezes!

3) “Se vocês quiserem ser alguém e quiserem chegar a algum lugar, então é melhor acordar e prestar atenção” 

Frase do filme “Mudança de Hábito 2”

Neste segundo filme, a cantora Doloris volta a assumir a identidade da irmã Mary Clarence para poder, a pedido da Madre Superiora, dar aulas de canto em uma escola pública católica que está prestes a fechar, em razão do péssimo comportamento dos alunos.

Por meio da música e do seu comportamento nada convencional, Doloris – que é interpretada pela incrível Whoopi Goldberg – muda e inspira a vida dos seus alunos.

Mudança de Hábito 2 é um filme divertido que, sem dúvida, celebra a importância do professor em nossas vidas.

 

4) “Se você quer o rock, você tem que quebrar as regras.”

Frase do filme “Escola de Rock”

Escola de Rock é um filme espirituoso e engraçado que demonstra, com muito rock n’ roll, o quanto métodos não tradicionais de ensino podem ser eficazes.

 

5) “Você, uma vez, me perguntou como eu iria salvar sua vida. É isso. Este é o momento”

Frase do filme “Mentes Perigosas”

 

Resgatando a linha dos filmes anteriores, Mentes perigosas trabalha com a ideia de “Reforma de Ensino”. Como fazer com que alunos rebeldes, desinteressados – e de uma realidade completamente diferente da sua- se sintam motivados à aprender? Como demonstrar que uma pessoa pode ser quem ela quiser na vida? Como demonstrar e permitir que cada um tenha a opção de escolha? Mentes perigosas é um filme que, no íntimo, trata justamente disso: da escolha.

Rejeitando o princípio determinista, traduzido na expressão “você é aquilo que o meio social determina”,  a professora Louanne – interpretada pela talentosa Michelle Pfeiffer- busca conhecer mais da realidade dos seus estudantes. Deixando de lado os rótulos sociais, ela se utiliza de músicas e poemas que façam eco à vida deles. Propõe prêmios, concursos e, também, diálogos sobre escolhas e expectativas e, assim, transforma a  todos.

É claro que neste percurso nem tudo são flores. Louanne têm de enfrentar a direção da escola que discorda dos seus métodos de ensino, muito embora eles tenham sido os únicos a ter efeito nos estudantes. Ela se depara, também, com muitas tristezas e choques de realidade, porém,  junto de seus alunos, ela persevera, ensina e aprende.

Em suma, Mentes perigosas é um filmes inspirador. Retrata as dificuldades com as quais a maioria dos educadores, senão todos, se depara em algum momento da jornada. E demonstra, também, que o autoritarismo nem sempre é eficaz. Ás vezes, o melhor é se aproximar dos alunos, conhecê-los e aprender junto com eles. Com amor e  e dedicação, a maioria das coisas – nem todas, verdade seja dita, mas a maioria – funciona.

E, aí vocês gostaram da listinha de filmes? 😍

Conta tudo  💋

 

 

 

Página 2 de 212